Cheiro de carro novo, cheiro de bolo no forno, cheiro de grama, cheiro de chuva e cheiro de banho. Quantos cheiros diferentes o nariz humano é capaz de identificar? De acordo com pesquisas recentes, esse número pode chegar a nada menos que 1 trilhão!

Desde 1920, acreditava-se que o homem conseguia sentir um espectro de até 10 mil odores. Contudo, desde que o número foi sugerido, nenhuma pesquisa forneceu suporte científico para tal. O fato incomodava a pesquisadora Leslie Vosshall, que estuda o olfato na Universidade de Rockefeller, em Nova York (EUA). Se nós sabemos exatamente qual são as frequências de som que o ouvido humano escuta e isso foi testado, por que ninguém nunca se deu ao trabalho de pesquisar a quantidade de cheiros que identificamos?

Nariz humano percebe até 3 trilhões de cheiros

Fonte: Reprodução/Rockefeller University

O olho humano, por exemplo, possui 3 receptores de cores que, juntos, conseguem perceber cerca de 10 milhões de tons. Por que, então, o nariz, que apresenta, em média, 400 receptores olfativos, conseguiria trabalhar com apenas 10 mil odores? Todos esses questionamentos levaram Leslie Vosshall a conduzir o primeiro teste científico para identificar o espectro de cheiros identificados pelo homem.

Para isso, a pesquisadora utilizou 128 moléculas de diferentes odores que, individualmente, lembravam cheiro de grama, cheiros cítricos e de vários outros químicos. O que ela fez foi misturar esses cheiros em misturas complexas de 10, 20 ou 30 moléculas que, para os voluntários da pesquisa, apresentavam odores completamente novos. O objetivo da pesquisa foi fazer com que essas pessoas conseguissem diferenciar misturas complexas uma das outras, provando a ampla capacidade dos receptores olfativos que, diferente do que era dito lá em 1920, são capazes de identificar uma extensão muito maior de odores.

Fonte: Medical Xpress