Pesquisadores da Escola de Psicologia da Universidade de Keele, na Inglaterra, encontraram relações consistentes entre duas atividades muito comuns, mas que ainda não haviam sido investigadas: sentir dor e xingar.

De acordo com o estudo conduzido pelo Dr. Richard Stephens e seus colegas, xingar ajuda a suportar melhor a dor. O resultado foi obtido com uma pesquisa bastante prática, em 64 voluntários precisavam mergulhar suas mãos em uma banheira de água gelada e repetir um palavrão de sua escolha durante o processo. Depois, realizaram novamente o experimento, mas sem o palavrão. Apesar das expectativas iniciais dos pesquisadores, foi possível perceber que os xingamentos ajudaram as pessoas a manter a mão submersa por mais tempo.

Xingar alivia a dor

(Fonte da imagem: Maybusch)

Apesar de não ser claras as razões pelas quais essa relação existe, os cientistas acreditam que o efeito de maior resistência à dor causado pelos palavrões diz respeito ao comportamento de “lutar ou debandar”. A frequência cardíaca mais alta dos voluntários que repetiam os palavrões indicam um aumento na agressividade e tornando a pessoa mais tolerante à dor. Com isso, fica claro que xingar não causa apenas uma mudança psicológica, mas também física.

Fonte: Science Daily

Leave a Reply

Your email address will not be published.