O outono é uma das estações mais bonitas do ano e muitos aproveitam o novo visual das árvores para tirar fotos. Quem sabe até mesmo algumas selfies com tons laranja e amarelo ao fundo, nem que seja para dizer, depois, que se achou feio na foto. Mas afinal, por que as folhas mudam de cor no outono?

Existem pelo menos três razões para isso: umidade, calor e a duração dos dias durante a estação. Mas nem todos os passos do processo são compreendidos até o momento. Uma seca muito grande no verão, exemplo, pode atrasar a troca de cores das folhas. E como se não bastasse, as árvores mais altas já estão acostumadas com a temperatura mais baixa, mas acabam trocando de cor junto com outras plantas menores.

Por que as folhas mudam de cor no outono?

Duração do dia altera produção de pigmentos das árvores (Fonte da imagem: Wikipedia)

De qualquer forma, é bem aceita a hipótese de que os dias mais curtos disparam certos mecanismos de defesas das árvores, fazendo com que elas “fechem” os canais que vão até as folhas, evitando que a queda inesperada de temperatura congele a planta com esses canais abertos, o que poderia danificá-la.

Além disso, há três elementos principais que definem essas novas cores: clorofila (verde), necessária para a fotosíntese, os pigmentos orgânicos conhecidos como carotenoides, que dão as cores laranja e amarela e cuja atuação ainda não foi totalmente compreendida pelos cientistas, e a antocianina, outra classe de pigmento responsável pelos tons de vermelho e roxo.

Durante o verão, a árvore produz clorofila continuamente, para ajudar na produção de glicose, o alimento das plantas. Assim que a duração do dia diminui, as árvores começam a baixar a produção de clorofila e os canais que vão até as folhas começam a se fechar. Quando isso acontece, o que predomina são os carotenoides e, em determinadas espécies, as antocianinas.

Fonte: TIFO

Leave a Reply

Your email address will not be published.