Fatos sobre as escovas de dentes

Fonte: Corbis

Esperamos que você a use todos os dias – pelo menos três vezes ao dia se quiser garantir um sorriso bonito e saudável. A escova de dentes é essencial na limpeza bucal e não apenas garante um bom hálito como também evita o aparecimento de cáries e outras doenças da boca. Hoje trazemos alguns fatores que devem ser levados em conta na hora de escolher e usar as escovas de dentes e que vão ajudar você e sofrer menos no dentista.

1. Tamanho e forma

Escovas elétricas realmente garantem uma melhor escovação? Escovas que custam R$ 15 são melhores que as que custam R$ 4? O que é mais indicado usar: escovas maiores ou as pequenas? São várias as dúvidas quando o assunto é comprar uma nova escova de dentes. Contudo, fazer uma boa escolha não é tão difícil assim.

Prefira sempre escovas mais estreitas, que possam limpar até o último molar sem machucar a bochecha. Em relação às cerdas, recomenda-se utilizar escovas de cerdas médias ou macias. A pouca flexibilidade das cerdas prejudica a total escovação entr os dentes e impede que toda a sujeira seja removida, além de ser mais fácil machucar a gengiva.

Fatos sobre as escovas de dentes

Fonte: Reach

Escovas elétricas são mais fáceis de serem usadas e sua performance é realmente melhor: elas podem remover até 11% a mais de sujeira dos dentes em comparação a escovas comuns. Mas isso não quer dizer que todos os seus problemas estarão resolvidos. Usá-la corretamente e com frequência ainda é necessário.

Quanto às escovas mais caras, geralmente elas apresentam um formato diferenciado no cabo, limpador de língua e um posicionamento novo das cerdas. Isso não necessariamente garante que a limpeza será melhor. Se você se sente confortável com um modelo específico, vá em frente. Contudo, lembre-se sempre de que a boa escovação depende mais da técnica do que do modelo de escova usado.

2. Quando trocar?

Quem se lembra de comprar escova de dentes quando vai ao mercado ou à farmácia? Apesar do item fazer parte do dia a dia, nem sempre nos damos conta de que é preciso trocá-lo. A escova de dentes deve ser substituída a cada 3 meses ou sempre que as cerdas começarem a ficar “amassadas“. Ao utilizar uma escova velha para higienizar os dentes, a eficiência da escovação cai pela metade, já que as cerdas não conseguem alcançar toda a área do dente.

Fatos sobre as escovas de dentes

Fonte: Comfort Dental

É importante também trocar a escova de dente após uma gripe forte ou infecção. As bactérias que ficam na escova podem facilitar a volta da doença.

3. Como armazenar

A função da escova de dentes é limpar a sua boca, portanto, ela não pode estar suja. O ideal é armazenar a escova dentro de armários ou gavetas a fim de evitar a contaminação no banheiro.

Fonte: Yahoo! Shine

Leave a Reply

Your email address will not be published.