O McDonald’s é famoso por adaptar o cardápio em diferentes países. No Egito, por exemplo, existe o McKafta, enquanto que japoneses podem comer sanduíches feitos com camarão. Na Índia, onde a vaca é sagrada, a rede de lanchonetes vende hambúrgueres vegetarianos. No Brasil, a opção não poderia ser outra: arroz e feijão.

McBóia: McDonald's vende prato feito com arroz e feijão

(Fonte da imagem: Bloomberg)

Apesar de não constar no cardápio do McDonald’s, o fast food mais famoso do mundo oferece os chamados “pratos executivos” nas 816 lojas espalhadas pelo Brasil. A refeição é composta por:

  • arroz;
  • feijão;
  • carne, frango ou peixe (os mesmos hambúrgueres do lanche);
  • salada;
  • água ou suco;
  • e uma maçã de sobremesa.

O prato passou a ser oferecido depois que os funcionários reclamaram na justiça pelo fato de serem obrigados a comer apenas sanduíche ou batata-frita nos horários de intervalo. O Ministério do Trabalho solicitou, então, que a rede de lanchonetes adaptasse essas refeições para o gosto brasileiro.

Para não ser acusado de não vender para os clientes a comida especial dos funcionários, o McDonald’s decidiu, então, abrir a venda do prato a todos. Porém, o produto não está listado no cardápio. Em São Paulo, o prato executivo do McDonald’s custa R$ 23, apenas R$4 a mais que um Big Mac em promoção.

Fontes: Bloomberg, InfoMoney