Existem muitas dietas sendo vendidas diariamente nas capas das revistas brasileiras. Seja da Lua, da Sopa ou do Dr. Atkins, a parte que pesa mais é o fato de que dieta é difícil de seguir à risca. Porém, artigos científicos publicados ao longo dos anos indicam que podemos perder peso com tarefas banais.

1. Frio emagrece mais do que exercícios

Aproveite que já estamos no outono e passe um pouquinho de frio. Para chegar a essa conclusão, o endocrinologista Paul Lee, do Instituto Garvan de Pesquisa Médica, na Austrália, expôs voluntários a 15 minutos de frio. Depois, pediu para que eles se exercitassem durante uma hora na bicicleta ergométrica, em um nível moderado de dificuldade. Por meio de análise hormonal, o pesquisador descobriu que as duas atividades consumiram a mesma quantidade de calorias.

Passar frio faz emagrecer

15 minutos de frio equivale a 1 hora na bicicleta ergométrica (Fonte da imagem: Daily News)

Tudo isso porque, ao passar frio, a gordura e o músculo do corpo humano se comunicam por meio de hormônios e passam a transformar a gordura branca, que armazena gordura no corpo, em gordura marrom, que aumenta os gastos de energia para gerar calor, queimando gordura. Além disso, essa transformação da gordura branca em marrom pode ser benéfica também para diabéticos: o nível de glicose é menor em pessoas com mais gordura marrom.

2. Sentir raiva faz comer menos

Se está com uns quilinhos a mais, talvez seja melhor não conter a sua raiva. Tudo isso porque, de acordo com pesquisas realizadas pelas universidades americanas de Duke, do Colorado e da Pensilvânia, há indícios de que pessoas enraivecidas comem menos.

Xingar alivia a dor

(Fonte da imagem: Maybusch)

O estudo consistiu da exibição de um vídeo sobre relacionamento para dois grupos distintos. Mas não é só: o filme, em francês, foi exibido para pessoas que não dominavam o idioma. Para o primeiro grupo, os pesquisadores disseram que o filme tratava de um amor incestuoso. Para o segundo, um amor convencional. Todos receberam um copo de achocolatado para degustar durante a exibição e, ao final, os cientistas perceberam que o grupo que se irritou com o incesto consumiu um terço menos da bebida que o outro.

3. Ver filmes de terror queima calorias

Segundo pesquisas da Universidade de Westminster, na Inglaterra, assistir a um filme de terror de 90 minutos queima mais de 113 calorias. Sem levar em conta a pipoca, é claro. O teste foi realizado com 10 alunos que assistiram a 10 filmes diferentes. Enquanto isso, os pesquisadores mediam os batimentos cardíacos, consumo de oxigênio e produção de dióxido de carbono de cada voluntário. Com isso, puderam perceber que assistir ao filmes fazia aumentar em um terço a queima de calorias.

Assistir a O Iluminado faz queimar 184 KCal

Assistir a O Iluminado faz queimar 184 KCal

São as cenas de susto que causam esse aumento, provocando aceleração dos batimentos cardíacos e maior produção de adrenalina. Em períodos de estresse intenso, o aumento de adrenalina diminui o apetite e impulsiona a taxa metabólica, queimando mais calorias do que o normal.

Da lista de filmes selecionados pelos pesquisadores, O Iluminado, de Stanley Kubrick, foi o que mais queimou caloria do telespectador: 184 Kcal. Em seguida, vieram Tubarão (161 Kcal) e O Exorcista (158 Kcal).

Vale a pena lembrar que essas pesquisas são iniciais e, portanto, você não deve largar a academia para assistir filme de terror no frio sentindo raiva de alguém.

Fontes: AP Cell, Evoke.ie, Express, Daily Mail

Leave a Reply

Your email address will not be published.